30.5.16

Andei meses a evitar este espaço, como se confrontar-me com o silêncio e uma página em branco fosse expor todas as minhas feridas. Evitei escrever da mesma forma que evito falar dos meus problemas, escapando sempre com uma piada forçada ou com um olhar que pede compreensão. Reli os últimos tempos aqui escritos e não encontro, em mim, a pessoa que aqui escrevia. Não reencontro a pureza e a magia com que encarava o mundo, não consigo colocar as lentes do otimismo.

3 comentários:

Nês disse...

Tenho andado um pouco ausente do blog porque o tempo que me resta, com esta época dos estudos, não é (praticamente) nenhum. Desculpem a minha ausência, no meu blog e nos vossos de alguma forma, mas apesar disso, tenho acompanhado todas as publicações, em instantes espreitadelas que não me permitem deixar um pequeno comentário. Depois dos exames prometo voltar de mãos e alma para este cantinho que tanto gosto!
Um até já breve!
Beijinhos da Nês

disse...

é estranha a forma como nos assusta a falta da escrita, quando parece que não somos agora pessoas capazes de escrever aquilo que escrevemos à algum tempo atrás. conheço a sensação e é agridoce se não somente triste. mas por algum motivo voltamos sempre aqui, não achas?

Nês disse...

Como o prometido é devido, aqui estou eu de volta ao blog, ao fim de uma longa ausência de meses... E volto acompanhada com um cesto de palavras, vejam as novidades fresquinhas no blog: http://incontro-verso.blogspot.pt/
Beijinhos e uma boas férias!!
Nês