21.5.15

Quero-te perto, sempre tão perto. Cada vez te quero mais, na quantidade e na intensidade, quero que me sejas rotina mas nunca banal, nunca menos do que o que és. Já não saberíamos ser menos, mesmo que tentássemos.

1 comentário:

Cláudia S. Reis disse...

Que sejam sempre muito. Sempre mais!