16.4.15

Mas, meu amor, o tempo nem sempre é nosso amigo e por vezes as semanas duram mais, sempre mais, conforme os dias passam tornam-se cada vez mais longas. O sufoco das saudades, o stress diário que só aumenta por tão pouco te ter quando tanto te quero. Anseio os fins-de-semana mais por ti do que pelo descanso, mais pelos teus braços do que pelo conforto das manhãs lentas e do pequeno-almoço em pijama.

1 comentário:

AM disse...

antes fosse nosso amigo, o tempo... e o timing, também.