22.3.15

Não te disse ainda, mas fico logo mais calma quando te falo dos meus planos para o futuro. São meus, eu sei, mas ainda assim não faz sentido procurar um caminho se ele não conduzir, também, ao melhor para nós. Por isso esperei que me ouvisses antes de decidir. E saber a tua opinião, ouvir-te dizer com todas as letras que sabes que há um caminho que nos é ideal mas o preço que eu terei a pagar sozinha pode não compensar todo o bem é um alívio. Porque se é para caminhar a dois, é bom quando em conjunto conjugamos o futuro no singular e no plural.

1 comentário:

nês disse...

Que assim seja sempre...