11.2.15

11 imitar

Há um fenómeno fantástico com as coisas que ficam extraordinariamente famosas: para além do grupo das pessoas que gosta (seja por gostar mesmo, apenas por ser famoso, ou por estar nas bocas do mundo) há o grupo das pessoas que odeia, mas odeia mesmo e não perde uma oportunidade que seja de o exprimir, de se achar intelectualmente superior por não gostar daquilo (e não gostam mesmo sem sequer experimentar, odeiam apenas porque também é moda ser do contra). Imitar os não-gostos de alguém pode ser a melhor forma de se aproximarem.

Sem comentários: