2.1.15

02 senso

É do senso comum dizer que não há amor como o primeiro. De quantos primeiros amores vais precisar?

2 comentários:

Cláudia S. Reis disse...

O meu primeiro amor foi (e é) na verdade o meu segundo amor. É esse que eu não esquecerei.

Carolina. disse...

Eu cá acho que o amor não se esquece e que não há amor como o primeiro porque nenhum amor ou relação é comparável... Não se ama da mesma forma duas vezes mesmo que se ame com a mesma intensidade e o mesmo sentimento verdadeiro :)