22.12.14

15 tabagismo

Há hábitos que nunca foram meus. Um cigarro no fim do sexo, um ramo de flores para curar discussões. Há coisas que mesmo repetidas não se tornam vícios. Um carinho em cada encontro, beijos no pescoço para despedida, música baixinho para disfarçar o calor por vezes sonoro dos corpos.

Sem comentários: