27.10.14

O ritmo alucinante da vida. O abdicar de estar presente em certos momentos porque as responsabilidades assim o obrigam. Fazer o que nos faz felizes mas ao mesmo tempo não o estar realmente porque sabemos que  nos devíamos estar a preparar para os exames. Neste momento é-me completamente impossível definir prioridades, mas como não quero deixar para trás nenhum ponto da minha vida elevo ao expoente máximo esta loucura de tudo fazer ao mesmo tempo, de a tudo me dedicar ao máximo. Espero que dê frutos.

2 comentários:

Ordem do Saber disse...

Ha.
Somos dois.
A vida não oferece tempo para fazermos tudo o que queremos.
De vez em quando ela nos impõe escolhas.
Uma pena.

Uma boa semana.

dan ❀ disse...

deixa acontecer :)