12.9.14

09 saxofone

Nunca fui dos encontros românticos. Nunca esperei dançar ao som de violino nas ruas de Paris, com um ramo de rosas vermelhas entre nós e todos os que por lá passasse a dançar conosco. Mas depois dei por mim numa sala de refeições de um hotel, contigo, candelabros de cristal e saxofone a dar-nos música e percebi que um pouco de romantismo também me faz falta.

1 comentário:

Cláudia S. Reis disse...

Um pouco de romantismo nunca fez mal a ninguém :)