14.8.14

Quando não digo que te amo não é por não te amar. É por te amar tanto e tão intensamente que dizê-lo seria desperdiçar a oportunidade de viver o amor. Os maiores carinhos não se dizem, talvez nem se façam, por vezes ficam presos num olhar trocado sem filtros. Mas os olhares não se guardam senão na memória, e a memória não tem cheiro, não tem cor, não tem declarações de amor escritas. Apenas as vividas.

4 comentários:

patrice disse...

que bonito!

Cláudia S. Reis disse...

Tudo o que vivemos é amor. Que texto lindo.

Lúcia disse...

tão lindo!

Marta Santos disse...

Woow, dei por mim na lua e a pensar no quão bom é amar. :)