21.8.14

19 pé

Pé ante pé, passo vagaroso e leve, vou caminhando silenciosamente por aquele que julgo ser o melhor caminho para mim. Certezas não as tenho, nunca as tive. Tenho uma sensação de pertença, de que se há destinos traçados pelos deuses o meu se encontra perto, cada vez mais perto, cada vez mais meu.

1 comentário:

Pipa disse...

escreves de uma forma que me arrepia!