21.7.14

21 soneto
{em prosa}

de olhos fechados é a ti que vejo, só de olhos fechados te sinto. a clareza da escuridão, a luxúria da penumbra... seremos um dia cegos, cada vez mais cegos, cegos por opção. o amor e os seus prazeres terão sido a nossa escolha. não precisaremos de circunstâncias especiais nem que éne variáveis se conjuguem. seremos apenas nós, tu e eu. traz a tua vontade, a minha já cá está.

2 comentários:

Ana Roma disse...

Que lindo !!!!

emma disse...

"traz a tua vontade, a minha já cá está.", é das frases mais belas que tenho lido nestes últimos tempos. sabes sempre como transmitir amor, amor maior e amor melhor.