8.7.14

08 sensatez

Nem sempre temos, no epicentro das emoções, a sensatez para parar antes de destruir tudo o que nos rodeia com palavras. É difícil contê-las, é difícil manter a frontalidade e tentar não ser tsunami na vida de alguém. É, acima de tudo, difícil mantermos a nossa personalidade e casá-la com a de quem nos rodeia. Os princípios cada vez mais indefinidos, personalidades cada vez mais apagadas e sensações que são cada vez mais explosivas.

Sem comentários: