2.7.14

02 cheiro

Os livros nunca abertos são aventuras à espera de serem vividas com a vantagem de sabermos que seremos nós os primeiros a pisar a areia ainda lisa ao iniciar um novo dia. Mas a magia dos livros já usados... nada se compara ao sorriso que surge quando vemos que alguém sublinhou aquela frase que nos marcou também. O cheiro a velho, a certeza de que já alguém passou horas de volta daquele objecto tão simples mas tão completo....

5 comentários:

Biscoita disse...

"nada se compara ao sorriso que surge quando vemos que alguém sublinhou aquela frase que nos marcou também." Agora disseste tudo :)

Alice disse...

Nunca tinha pensado nisto...

emma disse...

o cheiro dos livros é realmente algo que encanta!

Cláudia S. Reis disse...

Oh, é tão bom.

Pipa disse...

muito bom!