8.6.14

Não há uma palavra certa, independentemente do dicionário em que procuremos, para descrever o que sentimos. Nunca haverá.

Sem comentários: