22.6.14

21 Vento

As tempestades de palavras alimentam-se de ventos do que não foi dito.

1 comentário:

Cláudia S. Reis disse...

Tão certa Mariana. Sempre tão certa.