2.6.14

02 Explicar

Há coisas que não consigo converter para palavras. Pensamentos que ficam presos na minha confusão mental, sentimentos que não atravessam o nó que tenho na garganta e me rouba a voz quando tudo o que preciso é explodir e dizer tudo o que tenho a dizer. Há coisas que não se explicam: as cores, o som das ondas a rebentar na areia, a matéria de que somos feitos.

1 comentário:

Cláudia S. Reis disse...

Há coisas que são feitas só para serem sentidas!