10.5.14

10 Altruísmo
Não sei se me posso considerar altruísta. Quantos dias por ano temos de fazer algo de bom pelos outros para sermos altruístas? Trezentos e sessenta e cinco? Ou basta ficar pela metade? Tem de ser apenas para os desconhecidos ou os nossos actos para com os mais próximos podem ser considerados altruísmo ao invés de amizade apenas?
Ainda assim, uma coisa eu sei: altruísmo só o é se for feito baixinho, em silêncio. Se for para o exibir a toda a gente torna-se vazio.

5 comentários:

Patrice disse...

Esse teu último paragrafo disse tudo, e é nisso que o altruismo se resume! Eu, sinceramente não sou muito altruista, mas ainda vou a tempo de mudar :D

Cláudia S. Reis disse...

Que verdade Mari, que verdade...

r: Não querida, nem falando com a família... Dizem que em casa não é assim, que isto e aquilo. Enfim, resta-nos aprender a lidar com isso.

patrice disse...

acho que altruísmo é algo bastante difícil de definir! o que pode ser suficiente para uns se considerarem altruístas, pode não o ser para outros, é bastante relativo! gosto de pensar que faço algo de bom pelos outros à minha maneira, mas nunca é demais fazer um pouco mais :)

gosto deste desafio, tenho vindo a acompanhá-lo no teu blog*

Sentimentos Incontrolados disse...

Comigo não é assim. Quando estou triste não me afogo em gordices. Eu gosto de comer bem sempre xD

Patrice disse...

Pois eu sei que sim, não custa nada e faz maravilhas, acho que só não tenho sido muito altruista porque ando demasiado enfiada na vida, mas vou tentar mudar isso :)