2.5.14

02 Sair

Hoje não conto sair. Ultimamente tenho-me ocupado bastante, tento fazer coisas novas e totalmente diferentes do habitual. Mas ontem saí, regressei já a madrugada ia avançada... e percebi que a vida se vive no presente. Durante muito tempo a minha única saída foi implodir. Fechava os olhos com muita força, sustinha a respiração e só rezava para que aquela nuvem negra fosse embora de vez, se desfizesse e se transformasse em algodão doce cor-de-rosa. Não importa se seria para mim ou para outra pessoa qualquer, o importante é eliminar o mal do mundo e esperar que o bem se espalhe por todo o lado. Ontem finalmente conheci uma pessoa, ontem joguei à bolacha ontem fui feliz. Mas nem sempre é preciso sair.

1 comentário:

Sentimentos Incontrolados disse...

Não me digas que andaste até de madrugada nas Cruzes? xD
Fazes bem em começar a sair agora. Mais vale tarde do que nunca, não é? Eu espero ter o meu momento também.