3.4.14

03 Faca

Há dias em que reparo que todos acham que estão no mundo para salvar todos os que os rodeiam. Como se fosse uma missão imposta à nascença: vai, vive, mas sempre que te deparares com alguém mais triste ou submerso em problemas tu tens de os ajudar, dê por onde der, mesmo que eles não queiram.
Era bom quando as pessoas sabiam quando parar, quando percebiam que se as pessoas dizem que está tudo bem é porque não querem falar mais. Mas não, impõe os seus conselhos e invadem a esfera privada dos outros, como uma faca que atravessa a pele e deixa marcas para sempre.

3 comentários:

Pipa disse...

às vezes esse é o problema principal, porque de facto há quem não queira ser ajudado. E aí temos de ver que, se não ajudamos, também não temos o direito de piorar as coisas, ainda que inconscientemente.

Cláudia S. Reis disse...

É por isto que antes de eu ajudar certifico-me que a pessoa quer, mesmo, ser ajudada. Há que ter cuidado para não piorar a situação.

disse...

já ninguém vive sem muletas.