25.3.14

As cartas de amor são boas demais para que as esqueçamos com o tempo. As palavras escritas, pequenos momentos de alegria que nos fazem o dia, não devem ser suprimidos pelo medo do ridículo. É bom ler um amo-te para sempre, frase mais comum e dita por quase todas as pessoas, escrito à mão numa folha de papel agora amarela e velha.

1 comentário:

emma disse...

passar por aqui nunca me desilude; nunca.