2.2.14

Não queiras ser sombra do que já foste. Não corras atrás de um suposto caminho que já percorreste, não te acorrentes a um passado que não se vai repetir.
Já gastámos as palavras pela rua, meu amor,
e o que nos ficou não chega
para afastar o frio de quatro paredes.

2 comentários:

Ordem do Saber disse...

Para que insistir em andar por um caminho que nunca existiu, não é mesmo?

Uma boa semana.

Maria Inês disse...

É sempre tão agradável vir ao teu blogger e ler as tuas palavras. Li várias este post, para garantir que entrou: passado é passado. Beijinhos, linda*