27.12.13

Ultimamente não tenho sentido saudades. Não sei se me habituei às ausências, ou se percebi que há coisas que devem ficar no passado e que devemos seguir a nossa vida, mesmo com imprevistos, sem nos prendermos. Ultimamente não tenho sentido necessidade de ninguém, não os procuro, não os anseio. Vivo bem comigo. Não me sinto só sem ter contacto diário com pessoas. Acho que me habituei a mim. Não tenho saudades, e isso não me dói.

3 comentários:

M D Roque disse...

OLá Mariana. Sou a tua amiga Quadripolar de 2013, mas desta vez parece que não me correu bem, (mais, CTTs, si lá) . Eu estava certíssima que nem eras tu a minha pen pall deste ano e tudo. Vais seguramente receber o postal de Natal, só não garanto que seja em 2013. Quero desejar-te um óptimo ano Novo com Saúde e paz, porque o resto é a gente que faz. Um beijo da MD Roque

Cláudia S. Reis disse...

Como gostava de ser assim minha querida. Como gostava...

Ordem do Saber disse...

Se está dessa forma, então o caminho e a visão de uma verdadeira vida estão próximos de ti.
Ou... seu coração anda desacostumado de sentir. Pode ser também...

Um bom domingo.