14.11.13


Os poemas que nunca te escrevi são a prova de que há cheiros que nos fazem pessoas melhores. O cheiro da independência e da diferença, o cheiro do perfume que escolhi para ti e está em todos os outros... menos em ti. Os poemas que nunca te escrevi são compostos de palavras que, se não forem conjugadas para ti, não fazem sentido. Cada perfume tem um cheiro diferente de pele para pele. És o meu cheiro, mesmo que perca a pele.

3 comentários:

Mariana disse...

há pessoas que são feitas de nós, e o contrário. adoro**

Lúcia disse...

«És o meu cheiro, mesmo que perca a pele» uaaau

emma disse...

que bonito, sabes sempre escolher as melhores palavras <3