28.8.13

Falas-me da arrogância mas ignoras que és tu que me levas até ela. Esqueces promessas porque as fazes sem sequer te aperceberes. Mas quem ouve não esquece, não dorme. Um dia vais olhar para trás e ver que foi neste verão que me perdeste. 

Sem comentários: