9.7.13

Por vezes fujo à minha necessidade de escrever. Afasto-me e disperso-me como se pudesse escapar à minha própria matéria. Quão irónico é fugirmos do que somos numa busca pelo que achamos ser?

3 comentários:

Margarida disse...

ADORO

Saturnine Luna disse...

às vezes o que achamos ser complementa o caminho do que realmente somos.

Carolina. disse...

Acontece! :)