20.7.13

Há palavras resistentes, palavras que não perdem o sentido por mais que sejam repetidas. Mastigamos palavras, somos obrigados a engoli-las para que não nos asfixiem por serem fortes. Mais resistentes que nós, que nos vamos moldando aos outros, que hesitamos e nos desviamos do percurso. Hoje é o melhor dia da minha vida porque estou viva e tenho noção disso, que o tempo presente é resistente como as palavras. É tudo o que eu tenho: as palavras, os meus pensamentos. Hoje a palavra resistente é o "eu".

2 comentários:

mariana disse...

às vezes o "eu" é mais importante que o "nós"

Saturnine Luna disse...

e o eu é uma companhia a tempo inteiro ****