21.4.13

No espelho nos encontro: simples, como se ninguém nos estivesse a ver. Ninguém nos esteve efectivamente a ver e essa parte da vida, a luz que se cria às escuras, é a mais intensa. Há moradas que não sei e caminhos que não esqueço.

1 comentário:

mariana disse...

a tua morada sei-a de cor :)