1.2.13

Tenho escrito Portugal em folhas soltas, que ficam perdidas no meio de tantas outras. O problema é mesmo isso, aos poucos, sem nos apercebermos, fomos perdendo Portugal. A essência ainda está em nós. A melancolia, a saudade, o aperto. O espírito de sacrifício e a esperança também marcam presença. Falta cumprir-se Portugal porque nós não nos cumprimos a nós mesmos.

2 comentários:

Helena disse...

Falta coragem para melhorar a nossa situação, espero que a se acenda uma luz forte ao fundo do túnel e nos guie no melhor caminho.
Gostei do texto.

Esther Meira Dias disse...

vais ver que daqui a uns tempos toda a gente tem um. não vai ser dificil procurar xD