5.2.13

lições#1

Não sei porquê mas as saudades desta vez não são tantas, nem tão fortes. Na verdade, nem me lembrava das datas do regresso. Não sei porquê mas tenho a sensação de que nos afastamos. Na verdade, era mais simples se eu continuasse infeliz. O que é certo é que enquanto ia sorrindo me iam perguntando o que se passava. É incrível como se estivermos infelizes é mais fácil lidar connosco. Duas de treta e um "és forte" e tudo passa. Mas, e quando estamos felizes? E quando temos força para mudar o mundo? Será que isso interessa? As pessoas não gostam de ver ninguém mais felizes do que elas. Essa é a verdade. Todos estupidamente egoístas, como se isso lhes desse felicidade. Mas a verdade é que não há milagres, e devemos ficar contentes com a felicidade dos outros. Eu fico, excepto quando vêm abanar essa bandeira bem à frente dos meus olhos como quem provoca. Uma coisa é partilhar, outra coisa é exibir.

Sem comentários: