19.1.13

Se eu quisesse podia mostrar a toda a gente uma pessoa que não sou, mas assim perderia a liberdade de sorrir e de chorar sempre que tiver necessidade. E disso eu não abdico.

1 comentário:

Cláudia Ribeiro. disse...

esperança, é tudo o que me resta.