15.1.13

distâncias físicas e emocionais

Porque é com quem está perto que explodimos, a esse que mostramos tristeza, com esses que vamos ficando frios por influência da vida. E quem está longe muitas vezes nem sente, e se sente não devem ser preocupados. Mas os sorrisos, as vitórias, esses são mostrados a quem não está perto, aos de longe, aos mais afastados. Até que ponto é justo? Até que ponto podemos considerar uma atitude correcta? Uns com tanto, outros com tão pouco. Cada segundo perto de quem está longe vale muito, mas perto de quem está perto não tem o mesmo brilho. E os de perto... não valem o mesmo. Não da mesma maneira. E se ninguém é igual, então ninguém devia ser sacrificado.

Sem comentários: