7.11.12


O Amor tem tanto de bom como de mau. E o potencial criador é proporcional à capacidade de destruição O calor que cria colmata o frio que nos rodeia. O frio que me rodeia na tua ausência. E essa ausência destrói. Não que tenhas culpa, porque ninguém a tem, mas dói. Mas o que vale é que é Amor, e o Amor compensa sempre. Principalmente quando é acompanhado de amor próprio.

4 comentários:

Maria Inês. disse...

Claro que o amor compensa sempre. Nem que seja para te sentires bem contigo própria por saberes que o que sentes é assim, tão corpo e alma, tão vindo de dentro, tão do coração. Vale sempre a pena amar. Nem que digo se tire apenas uma lição. :)

Aurora disse...

adorei princesa, sempre

Blackbird disse...

As coisas boas compensam as más :)

nicolemorais disse...

Esta amizade não é como antes, e faz-me um pouco de falta algumas coisas.
Tão bonito!