20.10.12


E hoje o Sol entra pela janela e dá brilho a cada centímetro da minha pele. A natureza das coisas dificilmente é passível de alteração, a essência será sempre um lugar maior que ninguém pode alcançar. Mas ainda bem que assim é. Assim nem os dias maus nos abatem nem os dias bons nos iludem. Vamos então manter-nos num meio termo saudável: aqui, aconchegados até ao pescoço pelo Sol que nos abraça. Já imaginaste como é ser eu? É complicado estar sempre disposta a ouvir, não me importar de ser confidente e abrigo para todos os outros, mas ser incapaz de fazê-lo porque na minha cabeça eu estarei sempre a incomodar e terei de ser capaz de resolver tudo sozinha. É complicado ser fria e dura, mas ao mesmo tempo procurar aquela minoria que me fará mostrar o doce escondido atrás do gelo. Não digo que ser tu é fácil, porque isso de suprimir palavras e substituí-las por gestos e acções não deixa de exigir esforço e dedicação. Na verdade é sempre difícil ser. Parecer é muito simples: basta uma dose de loucura e ligeireza e pareces aquilo que quiseres. Forte, feliz, devastada ou alheia a tudo isto. Mas não o és inteiramente. Queres convencer-me que o que leste até agora não mexeu contigo? Se queres convencer alguém, convence-te a ti. Eu sei bem como as coisas são. Provavelmente tiveste um dia mau ontem, adormeceste com a esperança de que quando acordasses ias ter um carinho ou recompensa dele. Só que isso não aconteceu. Não te preocupes nem te deixes abater. Já reparaste em que apareceu sem ser convidado? O brilho do Sol. A felicidade nunca estará onde esperas, ela surge do inesperado. Quando estás feliz... todas as pequenas coisas simples e banais te trarão força. E aí vais perceber que a felicidade vem também de onde esperas, só precisas de estar de coração aberto para a receber. 

8 comentários:

mary disse...

todo este texto foi como se tivesse sido escrito para mim. mexeu sim, comigo e bastante, não imaginas...
:)

mary disse...

posso guardar este texto (para mim, claro)? :')

mary disse...

acredita que me deu força!
obrigada*

emma disse...

apesar de não ser exatamente aquilo que eu quero, estou a gostar imenso, mesmo. e obrigada por todas as palavras <3

Aurora disse...

sem palavras <3

sophia disse...

obrigada!:')
admiro-te imenso, sabias?

nicolemorais disse...

Por um lado eu escrevi um pouco do que sinto neste momento, mais na parte de sentir falta do carinho.Mas eu tenho os capítulos resolvidos em mim, só estou à espera que entrem novos.
Mas que texto tão lindo! E que bom conselho; um mimo, mesmo.

Aurora disse...

em algumas, faz parte. <3