14.10.12

A tua mão na minha será sempre algo de único. A textura, o calor, a paz. Paz para além do olhar, paz para além das palavras, paz para além de tudo. A paz que transmitimos de um coração para o outro com um simples toque. A paz do amor e do silêncio. A paz da felicidade . Paz interior e paz com os outros. O caminho será sempre feito assim: com o contacto mais simples mas mais puro. Chamem-nos inocentes por vivermos unicamente do amor mas sem ele o que temos verdadeiramente? Podemos ter tudo mas nada terá intensidade. Porque é isso que o amor traz às nossas vidas: intensidade. Intensidade na ternura, nos sorrisos e nas presenças. Intensidade nas ausências e nas lágrimas. Mas quem sofre intensamente também é capaz de ser feliz intensamente. E é isso que nós somos: infinitamente intensos.
Ah, e Parabéns.

9 comentários:

Margarida disse...

para mim, qualquer coisa sem ele é impossível...

Pat disse...

lindo!!

Marta Santos* disse...

Continua porque enches o coração de qualquer pessoa com essas palavras! :D
Bjinhos*

sophia disse...

encantador, como sempre

sophia disse...

estou a descrever a tua escrita maravilhosa doce<3

claire disse...

lindo lindo,adorei especialmente a penúltima frase.

Pat disse...

É mesmo, não podia estar mais de acordo :)

Margarida disse...

sabes? hoje fui falar com a tal rapariga. ela disse-me que ele lhe dizia que a amava muito e não sei quê mas a verdade é que estavam pelas pontas. isto é bom para mim?

nicolemorais disse...

Tão lindoo!