25.9.12


A sede dos teus beijos e o calor do teu abraço. Por muito que procurasse, sei que nunca sentiria nada igual. Procuro-te é a ti, na luz do sol e por entre as gotas de chuva. Fragmentos de ti estão um pouco por toda a parte. A maioria deles comigo habita. Perfume inconfundível e toque delicado. A tua pele na minha... Sensações que se criam pelo simples contacto visual. Sei que te amo, indefinidamente. Infinitamente. O tempo passa e a metamorfose instala-se. Está em mim e em ti. Está em nós, enquanto um só. Nós. É estranho o pronome ser plural mas o referente ser um só. Nada como a magia do amor.