18.8.12


«Não te preocupes como ou quanto, nem caias na tentação de distinguir amor e paixão: a pouco e pouco, fui vendo que essas divisões são armadilhas que se montam para que o pano caia sobre os nossos olhos e a imortalidade desapareça do nossos horizonte. O amor, Camila, consiste na divina graça de para o tempo. E nada mais se pode dizer sobre ele.»
Inês Pedrosa - Nas tuas Mãos

5 comentários:

Vanessa ൪ disse...

gostei muito do excerto *

Raquel disse...

Sim Mariana, está à vontade, tenho todo o gosto :)

Amarela disse...

Ola sou uma plena amadora na area da fotografia, mas este o meu hobbie e o meu sonho, desde muito cedo.

Estou a participar num concurso que desde já, espero que vocês passem por lá e votem nas que mais gostarem.

http://www.portugalmelhordestino.pt/php_files/showFotos.php?user_name=D%E9bora+Dur%E3o&zone=Todas&order=Data&paginaEdit=1


Não quero, o primeiro lugar ,mas, sim que o meu trabalho seja visto e apreciado por muitos.
Desde já, deixo aqui a minha pagina para que possam assistir mais de perto a minha evolução e se for do vosso agrado coloque "GOSTO" e quem sabe se um dia não haverá a hipótese de querer uma sessão realizada por mim :)

pagina: https://www.facebook.com/deboraalexandra.fotografia


muito cumprimentos :)

m. disse...

"E nada mais se pode dizer sobre ele." - Que verdade!

Patrícia disse...

correu, foi lindo! melhor do que eu esperava. parece que estarmos longe 1 mês e meio fez com que o nosso amor crescesse ainda mais e andei a desejar a cada segundo que passava ficar ali para sempre. ainda agora vim e já tenho saudades dele! cada vez me sinto mais feliz ao pé dele, ele foi sempre querido comigo e mostrou-me que temos tudo para dar certo :) agora é esperar que ele possa vir cá mais uma vez, se não só mesmo dia 14 de setembro que é quando volta de vez.. mas já faltou mais!