2.8.12

Dentro do meu corpo experimento os sentimentos mais puros e mágicos. Por vezes esta prisão que lhes é imposta é um método para os manter genuínos. Outras vezes, porém, acabo por privar o mundo da força que em mim carrego. 

3 comentários:

may rose disse...

queres falar de diferença? o teu blog é a diferença em pessoa, é tudo o que a alma precisa para se inspirar para um novo dia

Patrícia disse...

escreves mesmo lindamente!

Margarida disse...

muito bom mesmo :))