14.5.12


Depois de hoje, o espaço entre os teus braços e o teu peito vai ser o único espaço fechado em que não vou sentir claustrofobia. Afinal de contas os teus braços são a minha casa.

13 comentários:

joana disse...

Oh, que lindo, Mariana *-*

inêssilva* disse...

que lindo, que lindo, que lindo :)

Maria Inês disse...

adorei, que lindo. :')

cláudiagomes. disse...

estou a sufocar...
estou a ficar mal psicologicamente...
estou morta por dentro...
porque sem ele
sou 0. Entendes? mas como é que eu posso dizer a pessoa que amo que a amo se ela me disse que morri? não posso, não é? seria masoquista.

caroline pipi disse...

vou aprendendo a sobreviver todos os dias. e tu?

Ana Margarida disse...

Oh que bonito. Espero que tenhas razão, em relação ao que comentas-te. Sabes? O mau-estar dos outros magoa-me o coração.

caroline pipi disse...

completamente!

Maria João Cardoso disse...

apesar de não se identificar muito comigo, decidi meter (:

Ana Margarida disse...

Ajudas-te, meu amor, obrigada. São essas palavras que me ajudam a ver tudo de outra maneira. Obrigada, do fundo do coração.

Ana Margarida disse...

Quem espera, sempre alcança, docinho.

cláudiagomes. disse...

discutimos e eu não fui capaz de lhe dar o meu melhor. depois, não consegui que uma pessoa que não o conhece de lado nenhum lhe disse-se "pareces uma criança de 9 anos." Ele pode ter os defeitos chapados na cara mas amo-o.

Raymara Oliveira disse...

q lindo *-*
- amei seu blog, seguindo :)

Inês disse...

oh, que doçura! adorei, está muito querido! sigo-te, segues-me também ou deixas-me a tua opinião?*