14.3.12

O tempo passa, a vida passa. Por vezes, passa por nós; noutras vezes ultrapassa-nos. Não há dúvida que o tempo passa rápido quando te vejo, e abranda o ritmo a cada vez que partes para mais uma ausência prolongada. Infinitas são as vezes em que isto se verifica, tão infinitas quanto as vezes em que conseguimos quebrar as regras, em que transgredimos o normal e criamos o surreal. Infinitas vezes, mas mesmo assim são tão poucas..

1 comentário:

ParadoxoSD disse...

Bem que preciso.. brigada :)