15.1.12


No meio de um furacão. É assim que me sinto, quando tento amar-te menos, como se amar-te menos fosse possível. Mas por vezes, amar menos parece a única solução, se bem que impossível, para me afastar deste ponto de quase loucura que é viver um amor como o nosso, que ganha vida própria a cada dia. 

12 comentários:

Beatriz disse...

Obrigada, também gosto do teu
Sigo-te*

MARIANNE disse...

porque queres tu amar menos? oh, eu quero que também o meu amor ganhe vida e que perdure por muito e muito tempo.

MARIANNE disse...

faremos por isso, eu sei que sim.

wendy disse...

e não vou deixar .. obrigada.

Lia disse...

sempre princesa. oh, eu não consigo deixar de lhe responder, é simplesmente impossível :x
amar menos porque amor?

Lia disse...

pois, acredito que sim, mas não consigo, não para já. é que ele era o meu melhor amigo, antes de começarmos a namorar, e quando começamos a namorar prometemos que isto não ia afectar a nossa amizade, sabes? e eu não gosto de falhar com o que prometo. mas pronto, se isso for mesmo o melhor para mim, irá chegar o dia em que serei capaz de o fazer!
e queria te pedir um favor querida, que não me chames aquilo no blog. é que quero manter a minha identidade reservada ali, quero ser só a Lia *

hum, entendo :)

wendy disse...

mas eu agradeço c:

Lia disse...

hum... pois entendo. é apenas difícil, mas eu vou ter em conta o que me disseste * obrigada.

wendy disse...

(:

Lia disse...

sei que sim. e claro que tenho que agradecer, tens sido fantástica

Lia disse...

não irei esquecer!
sim, isso sempre :)

Lia disse...

acredito que seja querida
pronto está bem, ganhaste :)