5.9.11

Eu não penso na morte. Simplesmente ponho em causa a credibilidade da vida