2.8.11

Andamos a adiar o inevitável. Eu precisava mesmo de tempo para pensar, e estou a tê-lo. Não, não andei a gozar contigo. Por não te querer magoar é que quero perceber se o sentimento se mantém, ou se o que há agora é uma rotina a que nos moldamos e não temos coragem de mudar.
Sou incapaz de te faltar ao respeito durante este tempo. Porque embora não acredites, custou-me ouvir-te chorar. 

18 comentários:

angélica disse...

se precisares, continuo a estar aqui!

angélica disse...

ora essa mariana!

angélica disse...

o penúltimo sim, mas o outro não tem qualquer tipo de destinatário!

angélica disse...

mas adequa-se claramente :)

carina rodrigues disse...

o que é que se passou? :o

angélica disse...

não, mas a nossa "relação" á muito que amargou, e as coisas têm mudado muito, inclusive os meus sentimentos por ele! mas eu estou bem, já tu, não parece!

angélica disse...

cada vez pior,já não o consigo aturar! então?!

júlia disse...

oh, mas está lindo *-*

angélica disse...

é o que tenho feito. faz o que tens a fazer, aproveita esse tempo para pôr a cabeça e o coração em ordem. mais tarde ou mais cedo as respostas chegam. talvez seja mesmo isso que precisas, espaço!

carina rodrigues disse...

"estar confuso é saber exactamente o que queremos, mas sentir medo que isso não seja o melhor para nós." pensa nessa frase mariana. mas estás confusa sobre o que sentes por ele ? :l

angélica disse...

vais ver que te vais fazer bem. :)

carina rodrigues disse...

deram um tempo então ? :x

maria inês disse...

e eu também fofinha

• cláudiasofiagomes disse...

força pequena, tudo se resolve *

ana disse...

mariana, estás por aqui?

joanarocha disse...

muito obrigada (:

Bárbara Silva disse...

- temos de nos divertir :b

simple writer disse...

tudo se vai recompor minha querida :)