11.6.11

Amanhã vai ser mais um daqueles dias nostálgicos em que vou querer mudar de vida, ou pelo menos voltar trás. Eu não te tinha conhecido nem vivido contigo nenhum momento em especial. Conheci-te apenas quando já estavas doente, e apesar da tua passagem ter sido breve (terão sido uns seis meses?), ensinaste-me das maiores lições para a vida.
Cada vez que ia ter contigo, ficava feliz, sabia que me ias dar ainda mais motivos para amar-te. Vivemos juntas poucos momentos, mas os que vivemos foram suficientes para ver que eras uma mulher de força.
Conhece-mo-nos quando te foi diagnosticado cancro. Sim, foi essa a doença que nos uniu e nos afastou. Tirou-te a vida, tirou-te de mim.
Foi num sábado, fez ontem cinco anos. E sinto cada vez mais saudades tuas.
Hoje digo-te com todo o orgulho, avó, que és a minha inspiração nos momentos de fraqueza.
Amo-te, e sempre te amei, mesmo antes de te ter conhecido.

21 comentários:

Anónimo disse...

é o que elas merecem -.-
http://sunshine-joanaf.blogspot.com/

Patrícia Monteiro disse...

sim, eu sei que era uma música, reconheci-a :)
este texto está mesmo lindo e sentido +.+

Isabel disse...

Que sentido, muita força (':

Isabel disse...

Muito obrigada pelo elogio Mariana (:
Eu pensava que já te seguia pois, já tinha comentado o teu blog creio mas, já te sigo agora.

angélica disse...

eu aposto que a tua avó, olha todos os dias por ti, e se sente muito orgulhosa, por ter uma neta como tu :) vou estar sempre do teu lado, meu bem <3

Isabel disse...

Claro é o que importa (:

Anónimo disse...

enfim, nem merecem que estejemos aqui a falar delas mas pronto.

Renata disse...

esta lindo (:

Laís Pâmela disse...

Eu sempre digo que a morte é uma tremenda humilhação a vida, uma humilhação que não conseguimos superar, e que vive sempre com a gente. É impossível lhe falar: vais passar, porque não vai, eu sei. O que posso te dizer, fé querida, muita fé.
Beijo.

angélica disse...

e é assim que deves pensar, princesa <3

Patrícia Amado disse...

força minha linda! ela está sempre a olhar por ti como acredito que o meu avô esteja por mim :')

RITA VIEIRA disse...

para nos sim :C

andreia disse...

agora sim, já escolhi definitivamente, vou para humanidades sem duvida alguma, é a área perfeita para mim, obgd (:

Jú S disse...

isso sempre minha querida :)

Patrícia Monteiro disse...

sabes, foi o cancro que também me voltou aproximar do meu pai antes dele falecer , e se calhar percebo bem as saudades que tu sentes da tua avó, mas a sério, tem força e lembra-te dela sempre como um orgulho e nada mais !

Isabel disse...

Muito obrigada Mariana (:

andreia disse...

sim, eu quero lutar, experimentar e ver no que dá e se ele não me quer ? tenho tanto medo disso :o

Renata disse...

de nada!

Anónimo disse...

imensa força, mariana! *
/wordsonthewind-ana.blogspot.com/

• Cɢ disse...

papas na língua é coisa que nnc terei :p

angélica disse...

só no proximo, ahah ;)
amo-te todos os dias da mi vida, e obrigado por me aturares, uhuhuhu <3