29.4.11

29/04



Desde Dezembro de 2009 que o dia 29 passou a ser o meu preferido a cada mês. Desde muito antes desse dia, eu já te queria do meu lado, fosse como fosse, onde fosse, só me importava ter-te comigo.
Hoje, e passados 16 meses, percebi que por vezes amar não chega. Hoje não estamos bem, e este mau ambiente já dura à quase uma semana. Errei, mas se fiz o que fiz foi para te tentar poupar de chatices desnecessárias. Hoje vejo que fiz mal, e estou a pagar uma factura bastante pesada.
Custa sentir a tua frieza, custa ouvir o que dizes com tom agressivo. Eu sinto-me sozinha porque sei que preferes ficar no teu canto a falar comigo, porque daí saem sempre discussões. Sei que também te sentes sozinho, mas não me estás a deixar cuidar de ti.
Hoje vamos estar juntos e não sei bem como vai ser André. Por um lado acho que vai ser desta que vamos resolver tudo e viver mais uma tarde com muito amor, mas por outro lado tenho medo que venham discussões e mais palavras feitas e duras, algumas delas que nem sentimos, e arruinemos tudo.
Sinto que estamos a chegar a um precipício, só não sei se não daremos um passo em frente.
Mas também não sei porque escrevo isto, de que me servem as palavras quando o que sinto é tão complexo, quando o amor que sinto me dá as esperanças de te recuperar e o medo me puxa para longe de ti, para longe do teu amor?

35 comentários:

Tânia disse...

que lindo e força querida !
- se precisares estou contigo *.*

joanarocha disse...

que bonito querida *.*

CatarinArantes disse...

Não te preocupes Linda. Vai ficar tudo bem. Amor que ultrapassa a distância dificilmente se deixa abalar por outras coisas.
Mesmo sendo um assunto um bocado triste, está lindo Beijo*

angélica disse...

vai correr tudo bem, decerteza :p

joanaf disse...

mesmo, eu sei o: enfim, cago completamente.

DianaPereira* disse...

Boa sorte linda *.*
Isso são coisas que acontecem, vais ver que é só uma fase :$

R. disse...

Adorei!

carolina disse...

texto lindo!

Mariana disse...

obrigada querida (:

Sara'C disse...

Vais ter mesmo de esperar até ao fim :D
Obrigada ;)

Sara'C disse...

Luta contra esse medo.
Não deixes que o medo sirva de barreira para fazer o que o teu coração mais quer.

carina, disse...

obrigada! :)
não, ainda não tenho bem a certeza mas se calhar para direito, com estas notas não chego lá :s

• cláυdiaӘomes. disse...

FORÇA MINHA LINDA *

R. disse...

Obrigada! Eu quero errar e magoar o menos possível, o problema aqui é que se magoar, magoou-o quem me traiu. daí eu nem saber se deva ser branda no facto de me controlar no estrangulamento de ideias que tenho. Mas também não consigo pensar de outra maneira nem atacar ou atingir os outros e acabo por não fazer nada e continuar a omitir tudo de todos.

simple writer disse...

há coisas que nem as proprias palavras conseguem transmitir o que se sente :)

angélica disse...

eu já sabia ;)

R. disse...

O grande problema é que eu penso assim mas não ajo assim e quando me apetece explodir e contar a verdade toda, posso também perder tudo e calo-me. Mas tenho um pressentimento de que se ficar calada vou acabar por perder tudo na mesma.
*neste caso o «tudo» é o rapaz de quem gosto*

ritag. disse...

gostei muito, força minha querida *
sigo-te (:

joanarocha disse...

de nada princesa :)

R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
simple writer disse...

porque as palavras podem parecer gastas com o tempo :) aquele texto li-o num jornal e está absolutamente verdadeiro

ritag. disse...

obrigada querida (:

joanarocha disse...

sim querida. estou a ficar *.*

R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
simple writer disse...

as pessoas usam-nas sem pensar..

ritag. disse...

és uma querida (:

R. disse...

Pois, eu não conto a verdade porque acho demasiado «cruel». Mesmo que ela me tenha traido e ele tenha sido uma beca «otário», eu não consigo.
Se eu contar a verdade, ela vai sofrer demasiado, ele vai chatear-se e eu nem vou ganhar nada com isto.

patrícia amado disse...

escrevo como tu! espero que hoje corra tudo como queres e que fiquem bem :')

simple writer disse...

Ora nem mais.

Sara'C disse...

Sabes, eu entendo bem isso. Mas também sei que as pessoas têm todas uma grande força no seu interior, só têm de a deixar vir cá para fora (:

ritag. disse...

eu acho *.*

carina, disse...

eu não sei mariana, ainda falta um bocado grande para lá chegar xD

angélica disse...

não sou mas quase ;) muda é este texto triste :c

R. disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
R. disse...

Resumindo: Por a estar a pôr numa mentira tal como ela me pôs a mim é que me sinto uma falsa.