29.12.10

one year, one love.


Lembro-me como se fosse hoje do que se passou há um ano atrás. Conhecíamo-nos há mais de um ano, e desde sempre que toda a gente nos dizia que íamos dar caso. Eu acho que desde o primeiro dia que falamos nos apercebemos que havia algo especial que nos unia, como se nos conhecêssemos há muito tempo. Sempre falamos muito, e havia alturas em que eu me sentia confusa. Eu sabia que o que sentia por ti era algo muito forte, mas tinha medo que não fosse correspondido. Passei um ano na dúvida, mas como te via com outras miúdas tomei a decisão de te esquecer. Por incrível que pareça, pouco depois do verão tu declaras-te a mim, dizes tudo o que tinhas calado durante tanto tempo. Dizes-me que desde que me conheceste eu sempre tinha sido para ti a mais especial, que podias amar muita gente, mas sempre me amavas a mim. Disseste que tiveste um namoro de uma semana porque não conseguias estar com ela sem te pesar a consciência por gostares de mim e não dela. Reagi mal, foi um choque para mim aquela declaração depois de tanto tempo a gostar de ti achando não ser correspondida. Foi muita pressão para mim naquele momento, eu gostava de ti, mas o medo de te magoar ou desiludir fez-me dizer um grande e redondo não. Nunca deixamos de falar, eu não conseguia viver sem ti; sabia que te tinha magoado e não te podia deixar só. Sabes, todos os dias tinha vontade de te perguntar como estavas, mas tinha medo de te deixar pior. Foi então que, há um ano atrás, tivemos uma conversa que mudou tudo. Esclarecemos todas as dúvidas que ficaram da tua declaração, fiquei mais calma, fiquei mais segura. Eu sempre soube que não éramos uns simples melhores amigos, algo muito mais forte nos unia. A maior prova disso é que hoje, um ano depois, ainda estamos juntos e com uma história fantástica.
Eu dantes não acreditava em almas gémeas, mas eu não encontro explicação para sempre ter sentido que eras a pessoa certa.
«os caminhos das nossas vidas cruzaram-se para passarem a ser o mesmo , vamos percorrê-lo de mãos dadas e sempre que precisares serei o teu ponto de abrigo , serei tudo que tu precisares até ao fim , sem fim .»

 Ficas comigo para sempre ?

3 comentários:

Patrícia Monteiro disse...

Felicidades Mariana :')

Patrícia Monteiro disse...

não precisas de agradecer, eu quero te ver feliz ;D

Patrícia Monteiro disse...

e essa frase é bem verdade, neste momento há pessoas que não merecem a mínima importância -.-